Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas para alcançar sua independência financeira!

CADASTRE SEU EMAIL PARA RECEBER NOVOS ARTIGOS E DICAS SOBRE FINANÇAS PESSOAIS E INVESTIMENTOS!

Planejamento Financeiro Pessoal: pra que serve isso!?

  • Davi Augusto
  • 28 de agosto de 2017

Um bom planejamento financeiro pessoal é o primeiro passo para você ter uma vida financeira tranquila e conseguir alcançar seus principais objetivos de uma maneira muito mais rápida.

Mas será que sabemos planejar nossas finanças da maneira correta?

Infelizmente não.

E isso acontece porque na maioria das vezes não temos nem ideia do que realmente significa um bom planejamento financeiro pessoal, e acabamos fazendo tudo errado.

 

 

E o que significa um planejamento financeiro pessoal?


É curioso que quando eu pergunto para meus clientes o que significa um planejamento financeiro pessoal, muita gente costuma responder que:

  1. é o processo de analisarmos nossas despesas para conseguirmos fazer sobrar mais (ou algum) dinheiro no final do mês, ou;
  2. é o processo de aprendermos a investir melhor o dinheiro que está sobrando e conseguir rentabilidades melhores em nossas aplicações.

Resumindo, a maioria das pessoas costuma achar que o objetivo de um planejamento financeiro é diminuir as despesas e/ou investir melhor o dinheiro.

Na verdade, isso tudo faz parte sim de um bom planejamento financeiro pessoal, mas costumo dizer que eles são pilares, colunas que sustentam algo muito maior.

O Dinheiro não é o objetivo


Gosto sempre de falar que, dentro do trabalho de planejamento financeiro, o dinheiro não é o objetivo.

“Como assim, Davi!? Estamos falando de organização das finanças e de investimentos, e o dinheiro não é o objetivo? ”

Isso mesmo!

Temos que entender que possuímos vários objetivos em nossa vida: comprar uma casa, trocar de carro, viajar…

Mas o dinheiro não é um deles!

O dinheiro é, no final das contas, uma ferramenta que devemos saber usar para nos aproximarmos de nossos objetivos. Vamos passar a enxergar o dinheiro como um meio, e não como um fim.

Ou seja, ao realizar um planejamento financeiro pessoal, devemos entender quais decisões financeiras vamos tomar para nos aproximarmos de nossos objetivos.

Dinheiro e qualidade de vida


Outro ponto pelo qual gosto de explicar o processo de planejamento financeiro pessoal é que devemos entender o dinheiro como uma ferramenta para obter maior qualidade de vida.

Seja sincero com você mesmo: quando você diz que precisa gastar menos, ou que gostaria de ganhar mais dinheiro, você sabe que o que deseja realmente é aquela sensação de tranquilidade, de segurança financeira.

É saber que pode contar com o dinheiro para ter uma vida mais próxima da que você gostaria de ter.

Nesse sentido, temos que aprender a usar o dinheiro de uma maneira que ele nos traga mais qualidade de vida!

Eu gosto muito do termo “usar o dinheiro”.

Falo de usar no real sentido da palavra: apropriar-se; ser dono; gastar o dinheiro de uma maneira a lhe trazer mais felicidade.

É saber ser dono, e não o escravo do dinheiro, e, de quebra, tomar decisões financeiras que são capazes de melhorar sua vida.

E como tomar boas decisões financeiras?


Bom, pra resumir tudo o que vimos até aqui, o planejamento financeiro pessoal é o processo de tomarmos boas decisões financeiras, visando obter mais qualidade de vida e proximidade de nossos principais objetivos.

E, ainda, entender como usar o dinheiro que temos para nos alicerçar e trazer mais segurança ao tomar esse tipo de decisão.

Mas o que é uma boa decisão financeira?

É engraçado o quanto somos acostumados a pensar que uma boa decisão financeira é aquela que nos fará gastar menos ou ganhar mais dinheiro.

Mas entenda que quase todo tipo de decisão que tomamos nos trará algum impacto financeiro.

Mudar de carreira, se aposentar, empreender, comprar uma casa própria, mudar de cidade, constituir uma família…

E se você pudesse se planejar para ter total segurança financeira na hora de tomar algum tipo de decisão dessa magnitude?

Imagine a tranquilidade que isso pode te proporcionar.

Depois de entender quais serão essas principais decisões que queremos tomar, é hora de fazermos todos os ajustes financeiros que irão nos permitir alcançar esses objetivos de uma maneira bem mais rápida.

 

 

E para você? Quais seriam as decisões financeiras que te trariam muito mais qualidade de vida e te aproximariam de alguns dos seus maiores sonhos?

Como você acha que pode usar melhor o seu dinheiro para que seja possível financiar esses principais objetivos?

Caso você esteja comprometido em realmente mudar sua vida financeira, sugiro ler esse post para aprender a planejar e organizar melhor as suas finanças.

compartilhe:

Curtiu esse post?

Deixe seu email para receber gratuitamente os novos posts e dicas do blog!

autor: Davi Augusto

Formado em Comércio Exterior e em Administração, atua como educador financeiro e consultor de finanças pessoais e investimentos.

Post Relacionados