Deixe seu e-mail e receba dicas exclusivas para alcançar sua independência financeira!

CADASTRE SEU EMAIL PARA RECEBER NOVOS ARTIGOS E DICAS SOBRE FINANÇAS PESSOAIS E INVESTIMENTOS!

Como um Médico conseguiu organizar sua vida financeira e começar a investir seu dinheiro

  • Davi Augusto
  • 28 de agosto de 2017

Quando o João optou por cursar Medicina, ele imaginava um cenário ideal: além de seguir a carreira que sempre sonhou, tendo a oportunidade de ajudar pessoas e salvar vidas, ele também teria um ótimo salário, acompanhado de uma enorme segurança financeira.

Logo que se formou ele percebeu que, infelizmente, a realidade atual do Médico é bem diferente daquela que ele imaginou.

Os ganhos elevados de antigamente estão cada vez mais difíceis de conseguir, mas as despesas continuam aumentando, o que leva muitos profissionais a se encontrarem em dificuldades financeiras, que antes não eram nada comuns.

Hoje, não é raro ouvirmos falar de Médicos que possuem problemas para lidar com suas finanças e se encontram em uma situação bem longe da que imaginavam que estariam quando optaram por cursar Medicina.

Mas será que, mesmo com todas as mudanças e dificuldades na Carreira Médica, é possível que o profissional consiga fazer um bom uso do seu dinheiro, organizar suas finanças e ainda conseguir uma renda proveniente de seus investimentos?

Neste texto você vai ver como um Médico conseguiu organizar sua vida financeira e passou a ter mais qualidade de vida em sua profissão.

As dificuldades financeiras de um Médico


Conheci o João em julho de 2014, aqui em Fortaleza, através de uma amiga em comum.

Ele era um Médico Anestesista e tinha uma renda mensal média de R$ 37.800,00.

Porém, o preço que ele pagava por isso era muito alto: para conseguir essa remuneração, ele precisava dar longas horas de atendimento e plantão, e quase 100% dos seus dias eram dedicados ao trabalho e especializações.

Por causa disso, ele estava completamente esgotado e já não tinha mais tempo para a família, nem mesmo para a esposa e o filho, que estava com 6 anos e há muito tempo não passava um fim de semana com o pai.

Naquele momento, ele realmente estava à beira de um esgotamento; ele se sentia um verdadeiro escravo da profissão e não fazia ideia de como sua vida poderia mudar para melhor.

Eu pude perceber o quanto ele era inteligente e um excelente profissional. Mas na época ele me contou que em sua formação acadêmica na área Médica, ele não teve a oportunidade de aprender sobre finanças e investimentos, o que acabou contribuindo para ele se encontrar em uma situação financeira bem longe da que ele imaginava que estaria quando optou por cursar Medicina.

E mesmo trabalhando tanto e tendo uma renda mensal que seria o sonho de milhões de outras pessoas comuns, ele estava passando por dificuldades financeiras.

O dinheiro mal dava para pagar as contas e pior: as dívidas eram uma verdadeira bola de neve.

Por causa disso, o relacionamento com sua esposa não ia bem. As discussões e desentendimentos eram intensas e eles vinham passando por um momento muito ruim.

Naquele ponto, ele queria desesperadamente entender como sair daquela crise, se organizar financeiramente e construir um patrimônio que lhe permitisse ter mais tempo livre e dar conforto para a família.

Eu já trabalhava como planejador financeiro pessoal quando nos conhecemos, ajudando meus clientes a organizar melhor as finanças e montar boas estratégias de investimentos.

Aquele médico precisava urgentemente de ajuda, então resolvemos trabalhar juntos para fazer com que ele aprendesse a organizar o tempo e o dinheiro que ganhava para enfim ter qualidade de vida.

No nosso trabalho de Planejamento Financeiro Pessoal, aplicamos os 5 passos descritos nesse post para organizar a vida financeira do João.

O resultado veio em pouco tempo: após 4 meses já alcançamos grandes mudanças.

Conseguimos organizar suas dívidas, refinar seu orçamento e selecionar quais as melhores alternativas e estratégias de investimento, de um modo que ele pudesse ter tempo livre para enfim se dedicar ao seu filho e à sua esposa.

Além disso, ele saiu do saldo negativo que o acompanhava todos os meses para um saldo positivo que o permitiu ter folga no orçamento e uma reserva para investir (clique aqui para aprender como investir da maneira correta).

Isso não só melhorou o relacionamento dele com a família, mas permitiu que ele exercesse sua profissão com mais qualidade no atendimento, trazendo a realização profissional que já estava esquecida.

Agora, eu quero te fazer uma pergunta:

Médico, você também deseja saber como organizar suas finanças de uma maneira que lhe traga muito mais qualidade de vida e lhe permita se preparar para a sua aposentadoria e para seus principais objetivos?

Se sim, eu quero te convidar a assistir à apresentação gratuita que preparei para te ajudar com tudo isso.

É só clicar aqui agora para descobrir como se preparar e se organizar financeiramente mesmo com todas as mudanças na Carreira Médica.

compartilhe:

Curtiu esse post?

Deixe seu email para receber gratuitamente os novos posts e dicas do blog!

autor: Davi Augusto

Formado em Comércio Exterior e em Administração, atua como educador financeiro e consultor de finanças pessoais e investimentos.

Post Relacionados